Encapuzados assustam navegantes na baía

Encapuzados assustam navegantes na baía

Luan Santos/A Tarde

No último dia 6, um veleiro que transportava um casal atracou na Ilha de Itaparica, em local próximo à marina, que estava lotada. Durante a madrugada, três homens encapuzados chegaram em um barco, entraram no veleiro por uma escotilha, amarraram o casal e levaram objetos e dinheiro.

A ocorrência, registrada na 19ª Delegacia Territorial (19ª DT-Itaparica), é apenas mais um entre diversos casos de roubos e furtos contra embarcações ocorridos na Baía de Todos-os-Santos, que estão assustando navegadores nativos e turistas.

Desde o fim de dezembro, pelo menos quatro roubos e oito furtos a embarcações foram registrados, segundo apurou A TARDE com a polícia e marinheiros. Proprietários de embarcações e marinheiros ouvidos pela equipe de reportagem contaram que, com a falta de policiamento na baía, os bandidos costumam agir à noite, quando a segurança é ainda mais frágil, e chegam em barcos menores para realizar os roubos ou furtos.

“Três encapuzados chegaram em um barco, por volta das 2h, e realizaram o assalto. Levaram celulares e uma quantia em dinheiro”, contou o delegado titular da 19 DT, Lúcio Ubirecê sobre o caso relatado acima.

Ele disse que a polícia está em busca dos assaltantes. “Como estavam encapuzados, a identificação é mais complicada. Mas estamos investigando”, pondera.

Orientação da PM

A Polícia Militar orienta que as pessoas que forem vítimas de crimes como estes ou suspeitarem de criminosos embarcados podem acionar também o Graer (grupo aéreo), pelo número 190.

Em nota, a Polícia Militar informou que realiza rondas com abordagens preventivas nos terminais da Ilha de Vera Cruz/Mar Grande e Bom Despacho. E ressaltou que o policiamento em Itaparica está sendo intensificado.

Salvador

Em outro caso, ocorrido no final de dezembro no bairro da Ribeira, os ladrões chegaram à noite, amarraram o marinheiro que cuidava do barco e fizeram a limpa.

“Chegaram e já foram apontando a arma. Levaram tudo que puderam: bomba, aparelhos de som, bote e tudo que tinha de valor”, relatou um marinheiro que trabalha em um barco de turismo na região da Ribeira, mas, por segurança, não quis ser identificado.

A própria embarcação em que ele trabalha, inclusive, foi furtada em dezembro. O marinheiro contou que o caso ocorreu em situação similar: à noite, com homens que chegaram em uma embarcação menor. O barco de turismo, segundo conta, não estava ancorado no Saveiro Clube da Bahia, onde fica normalmente.

“Saí de noite e deixei ele fora, porque pela manhã iria realizar um passeio com um grupo de turistas. Quando cheguei, vi as portas abertas, até pensei que o grupo já havia chegado, mas o barco tinha sido arrombado”, relatou o marinheiro.

Mostrando os estragos feitos pelos assaltantes no barco, ele contou que o prejuízo para o dono foi de, pelo menos, R$ 10 mil. “Levaram dois frigobares, compressor de mergulho, aspirador, três das oito baterias, uma bomba, um bote, colchão, edredom…”, listou ele. O dono da embarcação ficou “com medo” de registrar a ocorrência na polícia, contou.

A delegada Ana Virgínia Paim, titular da 3ª Delegacia Territorial (DT-Bonfim), que abrange a região da Ribeira, disse que o não registro da ocorrência prejudica o combate a este tipo de crime. Ela contou que casos como estes não chegam à unidade: “Se não há ocorrência, fica difícil descobrir (a autoria)”.

No caso do último dia 6, o delegado Lúcio Ubirecê contou que a suspeita é que o crime tenha sido cometido pelos mesmos indivíduos responsáveis por outros assaltos na região.

“No dia 30 de dezembro, eles realizaram dois assaltos a grupos que estavam na praia. Em ambos, eram três indivíduos com características similares aos que praticaram o assalto contra o veleiro. Estamos em busca da identificação”, contou.

Na Ilha de Itaparica, navegantes contaram que a única lancha da Polícia Militar que faz rondas na Baía de Todos-os-Santos está com o motor quebrado.

A polícia, informou que ainda neste mês a lancha será empregada em Itaparica e Vera Cruz, mas não confirmou a informação de motor danificado.

Fonte: A Tarde

Foto: Joá Souza/Ag. A TARDE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *